OBRIGADO: Agradecimentos ao INEM – WTF???

Site do INEM

Ó senhor major Paulo (Amado) de Campos, enquanto o pão me cozia no forno, fui ao site do INEM, para ver se já havia por lá o anúncio do nome do seu substituto e não é que levei uma pazada na tola!?

Calma senhor major, estava a falar em termos figurados, não mande já para aqui o helicóptero do INEM. Até porque embora o senhor me conheça dos livros de história, nós não somos nem familiares, nem amigos.

Por falar nisso, espero que este cinzento mês de Março pelo qual o senhor major passou, não o deixe nunca mais esquecer dois sábios ditados populares: "entre marido e mulher não se mete a ambulância” e “mais vale tarde do que de helicóptero”.

Mas não me faça perder o fio, à meada que o que eu quero é fazer-lhe uma pergunta. Certamente que já visitou o site do INEM. Diga-me lá, não reparou no botãozinho colocado em baixo no lado direito? Isso mesmo! Aquele que diz “OBRIGADO AGRADECIMENTOS AO INEM”.

Para lhe ser franco, a mim não me choca o facto desse pequeno botão ser piroso e patético. A minha dúvida é se ele não nos pode permitir fazer o diagnóstico precoce de males maiores que possam há muito estar a germinar no INEM.

Para mim trabalhar no INEM, mais do que uma profissão, deve ser encarado como uma vocação. Os profissionais do INEM comportam-se diariamente como o Super-Homem, mas gostam de se vestir de Clark Kent, tranquilos e satisfeitos com a certeza do dever cumprido. Não deixe que os exponham ao ridículo, afinal de contas não receberam um único OBRIGADO nos últimos dois anos…

Só faltava mesmo na época natalícia as vossas ambulâncias estarem equipadas com “caixinhas para gratificações”, para os doentes transportados depositarem a prendinha. Calma, não tome nota desta parvoíce, eu estava a brincar.

E já agora esclareça-me aqui uma dúvida, para eu ficar um pouco mais tranquila, os funcionários que alegadamente estão a ser julgados ou foram condenados por homicídio por negligência não estão em funções, certo? Espero que sim, mas espero sentada…

Um conselho para terminar: agarre no helicóptero e vá inscrever-se ao centro de emprego, pois como diz o povo “não deixes para amanhã se te podes demitir hoje”.

Deixe a sua contra-alegação...

Instagram