Senhor secretário de estado dos assuntos fiscais…

Finanças - Direcção Geral dos Impostos

Sim, este post é para si, senhor secretário de estado dos assuntos fiscais, o seu nome é pouco importante pois certamente o tempo se encarregará de o apagar da nossa memória.

Os brasileiros dizem que “tudo tem explicação, menos batom nas cuecas”. Mas, alegadamente, a ciência politica já conseguiu demonstrar o contrário através do trabalho de campo do cientista americano Bill Clinton, por isso já ninguém nos surpreende, muito menos o senhor.

Apesar do seu espernear vigoroso para se manter à tona, as suas perguntas retóricas sobre a Lista VIP são um verdadeiro insulto à nossa inteligência: “Se dizem que aprovei, onde está a prova? Se dizem que dei instruções, onde está a prova? Se dizem que avalizei ou que tive conhecimento, onde está a prova?". Por favor, poupe-nos senhor secretário de estado.

Nomeadamente sobre este tópico, quem tem de nos dar respostas é o senhor: Porque raio não a (des)aprovou? Porque raio não deu instruções? Porque raio não tomou conhecimento? Quanto às provas que o senhor reclama, estão à vista de todos e são conclusivas: o senhor é um incompetente e para cúmulo só se conseguiu rodear de incompetentes.

Aprenda que um verdadeiro líder não se esconde atrás da sua equipa, saiba que não se delega autoridade mas sim responsabilidade e assuma as consequências dos seus atos. E já agora aproveita e vá inscrever o seu nome numa outra lista… a do Centro de Emprego.

Mas antes disso, para que lhe demonstrar a minha total imparcialidade, deixe-me terminar fazendo-lhe um elogio. A forma apalermada como já o vimos lutar pelo microfone na Assembleia da República, ou a maneira desesperada como que se agarrou ao seu poleiro, são a prova inequívoca da sua obstinação. Mas não abra ainda o champanhe, pressinto que o senhor ambicionava trilhar o mesmo caminho daquele jovem e promissor secretário de estado-adjunto do ministério do ambiente, de tão má memoria para todos nós…

Nesse caso, faça-nos um favor a todos e comece por ir de imediato estudar para Paris … mas não volte!

Deixe a sua contra-alegação...

Instagram