25 de Abril: Prenúncio de morte da democracia portuguesa

"António Coelho"

Alegadamente, diz quem sabe, que “no 25 de Abril, Cavaco insistirá em acordo PSD-PS”. Já agora eu gostava que ele nos explicasse o que é que os portugueses vão fazer às urnas em outubro? Brincar às democracias parlamentares?

Pior do que ter que escolher entre um e outro partido ao longo de 41 anos, só mesmo ter de levar com os dois a governar o país ao mesmo tempo. Numa democracia já de si moribunda como a nossa, seria a estocada final.

Em pleno dia 25 de Abril não nos tirem a ilusão de acreditar que “o povo é quem mais ordena”, ainda que seja só uma ilusão.

Lê-se ainda no mesmo artigo do Público que o Presidente da República tem como objectivo “assegurar estabilidade futura do regime”. Se Salazar fosse vivo ainda o poderia acusar de plágio ou de aprendiz de ditador…

Este já nem à pazada, só com uma junta médica…

Deixe a sua contra-alegação...

Instagram