Paulo Portas: Tarde de poesia para inglês ver

Paulo Portas

Caro Paulo Portas, bem sei que a Verdade está para a Política como a Rima está para a Poesia e que hoje em dia, pura e simplesmente, estão fora de moda. Mesmo se alegadamente falamos em nome do país, há limites.

Nunca te deves esquecer que os números não mentem, mas os mentirosos usam números e ontem, na tua intervenção na conferência INVESTINPORTUGAL, foste mal assessorado. Não é que andaste para lá a dizer “eu tenho muito orgulho que Portugal tenha crescido quinze lugares no ranking internacional dos países mais interessantes para investir”?

Na verdade subimos apenas dois lugares e bem sei que já não é nada mau, mas não é a mesma coisa. Deixo-te a qui o link do Estudo da FM Global, que também já tinha sido citado há uns dias pelo jornal O Globo, a propósito da performance do Brasil. Aproveita o fim-de-semana, para o leres...

Mas o pior é que uma desgraça nunca vem só. Contado ninguém acredita. Quem é que te mandou dizer, com um sorriso nos lábios “tenho imenso orgulho que em Portugal tenha sido fotografada a maior onda de surf”… blá, blá, blá? Com os portugueses desesperados, a viverem atolados com água pelo pescoço, tu lembraste de falar em ondas gigantes? De boas intenções está o inferno cheio...

Com este tipo de discurso só nos arranjas mesmo negócios da China, está mais que VISTO.

Deixe a sua contra-alegação...

Instagram