#brincadeira de mau gosto?


Banqueiro que é banqueiro, é banqueiro por amor! Alegadamente, não por amor ao próximo, mas por amor-próprio. Esse amor-próprio, por mínimo que seja, irá inibi-lo de pedir o rendimento mínimo, certo?

Se assim não for, é bom que se criminalize o ato de gozar com os pobres… 

Deixe a sua contra-alegação...

Instagram