#mais fácil um camelo passar no buraco da agulha?

Paula Teixeira da Cruz e Paulo Núncio

O processo de branqueamento de responsabilidades políticas no caso da Lista VIP está a chegar ao fim. Mas seguindo a metodologia adotada pelo governo no colapso do Citius, ainda faltam alguns detalhes.

Para alegadamente se atingir o branco imaculado, Paulo Núncio tem de seguir escrupulosamente todos os passos de Paula Teixeira da Cruz.

De imediato, o secretário de estado deverá manifestar-se indignado e mandar instaurar processos disciplinares aos funcionários envolvidos na criação da Lista VIP.

Em paralelo, deverá enviar o relatório agora tornado público à Procuradoria-Geral da República, para que esta possa instaurar um inquérito-crime contra os funcionários nele visados. Obviamente, semanas mais tarde, tudo será arquivado pelo Ministério Público.

O guião deste “novo” filme é tão batido, que nem um balde de pipocas dos bem grandes, o torna suportável…

Deixe a sua contra-alegação...

Instagram