Marinho e Pinto ou mariola e ponto?

Marinho e Pinto vestido de Romano

Querido Marinho, o MPT era pequeno para acolher o teu ego, e a coisa não resultou. O PDR foi criado à medida do teu ego, mas a coisa também não está a funcionar. O problema não pode ser do teu ego, certo?

Claro que não!

Vês, afinal de contas não és um homem só. Eu estou cem por cento de acordo contigo, e digo-te mais, o problema é da Constituição da República Portuguesa. É ela que alegadamente está a barrar a tua ascensão meteórica ao poder.

Eu explico-te, por favor, segue o meu raciocínio. A nossa lei fundamental devia acautelar a possibilidade de serem criados Partidos Uninominais, como forma legal de permitir abarcar a aura de líderes com egos da grandiosidade do teu.

Deixa-me fazer-te ainda uma confissão, vejo em ti potencial para, em defesa dos interesses do povo português, tornares-te no futuro “salvador da pátria”, uma espécie de César Lusitanus

No entanto, enquanto não podes ser tu a decidir unilateralmente a mudança da nossa Constituição, aconselho-te a não mudares mais de partido, senão a malta que quiser votar em ti, arrisca-se a ter de fazer uma tripla no boletim de voto.

Orgulhosamente sós…

1 contra-alegação:

  1. Gosto deste texto que, faz aqui uma gracinha com AMP, mas na verdade a coisa não é para brincadeira porque houve milhares de portugueses, eu incluído, que acreditaram que o dr. Marinho e Pinto era o "Messias" da política, que nos vinha salvar da corrupção que grassa neste Portugal que mais se parece com Sodoma e Gomorra do que com um país do século 21.

    ResponderEliminar

Instagram