#dia 4 de outubro anda à roda…

TOTOVOTO

Se nas próximas eleições a Abstenção “decidir” coligar-se com os Votos em Brancos e os Votos Nulos, alegadamente, ganham com maioria absoluta. Tal resultado eleitoral não torna ilegítimo o governo eleito?

A pergunta fica no ar, mas é importante refletirmos sobre qual o limite da “ditadura democrática” que estamos dispostos a viver em Portugal, até que a nossa democracia sucumba de vez.

Uma coisa é certa, com o recente êxodo migratório que afetou Portugal nos últimos quatro anos, e sabendo que as taxas de abstenção nos círculos eleitorais da emigração são superiores a 75%, é garantido que a abstenção global vai disparar. Se a isso somarmos o desencantamento crescente com as soluções governativas propostas pelos chamados “partidos do arco da governação”, temos uma tempestade democrática perfeita.

Para reverter a situação, deixo aqui uma sugestão que deu bons resultados quando o ministério das finanças a adotou no combate à fraude fiscal: sorteiem carros entre os eleitores que forem votar…

Ou será que no fundo os “partidos do arco da governação” têm medo de escutar o povo?

1 contra-alegação:

Instagram