600 anos depois resta-nos a Rua de Ceuta

600 anos depois resta-nos a Rua de Ceuta

Alegadamente, hoje em dia, os tempos são outros e não nos falta pimenta ou especiarias ao dobrar da esquina, num Continente mesmo ali ao lado. O que nos faltam são os timoneiros para levar a “Nau” rumo ao futuro.

Deixe a sua contra-alegação...

Instagram