Época de incêndios: a Tempestade Perfeita…

Imagens de incêndios recolhidas com Drones na TVI

A Era dos Drones chegou ao combate aos incêndios florestais, mas pela porta das traseiras. Infelizmente não para ajudar na prevenção, mas para fazer chegar imagens aéreas captadas bem do centro do inferno.

Os três canais generalistas que no passado tinham acordado um blackout à transmissão de imagens de fogos florestais, dão agora firmes passos, mas na direção inversa. A TVI ostenta, com orgulho, a indicação da captura de imagens com o recurso a um Drone. Para quando teremos a captura em 3D com Sistema de Som Dolby Surround? Alegadamente, tudo isso em nome do direito de informar...

Como uma desgraça nunca vem só, a Assembleia da República aprovou em Junho a nova Lei de Política Criminal, na qual o crime de incêndio deixou de ser um crime de investigação prioritária. Essa lei que entra em vigor a partir de 1 de setembro, foi aprovada com os votos a favor do PSD/PP e a abstenção do PS, que belo trio.

Se o Imperador Nero fosse vivo, no próximo verão viria, certamente, de férias para o nosso país para assistir de perto ao espectáculo.

1 contra-alegação:

  1. Quanto ao uso de drones para auxílio em reportagem, até há que lhes dar o merecido crédito. Evitam o aglomerar de repórteres e carros de reportagem no caminho dos bombeiros e protecção civil. Poderão proporcionar também, um apoio ao comando de operações no local, se possível colaborar com os mesmos fornecendo imagens de certos locais inacessíveis a pé.
    Quanto ao crime de incêndio, já devia ser o ponto fulcral do artigo. Deveria ser prioritário, já que é um dos maiores crimes contra o património nacional e privado, que se mantém constante, anualmente, com época bem demarcada, no seu auge.

    ResponderEliminar

Instagram