Era uma vez o Charco da Governação?

Imagem de Pedro Passos Coelho e António Costa - Derrotas Esmagadoras Abstenção/Brancos/Nulos 46.2%

Alegadamente, o PSD, o PP e o PS ainda se comportam como se tivessem ganho algo no dia 4 de outubro. Todos ignoram que 46.2% dos eleitores não foram votar ou votaram em branco/nulo, o que constituiu um record absoluto em eleições legislativas. A única coisa que deviam ter ganho, nesse dia, era vergonha na cara, mas infelizmente nem isso aconteceu.

Esperneiam como loucos ao ver ruir diante deles o famigerado “Arco da governação”. Em abona da verdade há já muitos anos que este se tinha transformado no Arco da Corrupção ou se preferirem no Charco da Governação.

A Coligação PSD/CDS finge não saber que representa apenas 20.6% dos eleitores e que perderam um terço dos eleitores conquistados nas anteriores eleições. O ato de reclamar o direito exclusivo de governar Portugal é quase digno de um qualquer ditador conhecido.

O PS, resgatado benevolamente pelos partidos à sua esquerda, finge não saber que representa apenas 18.1% dos eleitores e que o único mérito foi conquistar apenas mais cento e oitenta mil votos em relação às anteriores eleições. As vozes internas que criticam a aproximação dos partidos à sua esquerda são tão pueris que lembram “histórias da carochinha”. O único fantasma bem real que ainda paira sobre o Largo do Rato é ao da governação do Engenheiro José Sócrates.

Se não estivesse em causa o futuro de Portugal, assistir a esta nova sitcom política seria bem divertido…

Deixe a sua contra-alegação...

Instagram